BOLETIM DE INTERVENÇÃO POLÍTICA, SOCIAL E CULTURAL DA CIDADE DE LORDELO

Publicação da Organização da Freguesia de Lordelo do Partido Comunista Português

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Reorganização da Administração Local: sessão de esclarecimento em Lordelo

Amanhã, a partir das 21h, o auditório da Fundação A Lord vai ser palco da sessão de esclarecimento "Reforma da Administração Local: Um Reforma de Gestão, uma Reforma de Território e uma Reforma Política", que pretende debater o chamado Documento Verde da Reorganização Administrativa, que vai implicar o desaparecimento / fusão de freguesias e a redução de eleitos nas Assembleias de Freguesia e nas Assembleias Municipais. A iniciativa contará com o Secretário de Estado da Administração e Reforma Administrativa.
Os partidos da troika (PSD, PS e CDS), pelo menos a nível nacional, querem implementar até às próximas eleições autárquicas uma "reforma" que representa uma "machadada" na democracia e no poder local. O PCP, desde a primeira hora, manifestou-se contra e estará na linha frente na contestação a esta chamada "reorganização administrativa".

Relativamenta ao concelho de Paredes, tudo indica que só três freguesias ficam como estão: Rebordosa, Lordelo e Vilela.
As restantes deverão ser “fundidas” da seguinte forma:
a) Castelões de Cepeda, agrega/absorve, as freguesias: Madalena; Mouriz; Vila Cova de Carros; Besteiros; Gondalães e Bitarães.
b) Baltar, agrega/absorve, as freguesias: Cête; Parada de Todeia e Vandoma.
c) Gandra, agrega/absorve, a freguesia de Astromil.
d) Sobrosa, agrega/absorve, as freguesias de Beire, Louredo e Duas Igrejas;
e) Sobreira tem 3 hipóteses: funde-se com Recarei, absorve Aguiar de Sousa, ou fica só.
f) Aguiar de Sousa poderá manter-se, caso venha a concretizar-se a opção da fusão Recarei/Sobreira.

Sem comentários:

Enviar um comentário